companhias

Susep aprova Santander Auto a operar com capital de R$ 15 milhões

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) autorizou as mudanças necessárias para que a Santander Auto, seguradora digital fruto da parceira entre a alemã HDI e o espanhol Santander, comece a operar. Segundo a portaria, a companhia começa com capital social de R$ 15 milhões. A plataforma digital vem sendo construída desde 2018.

Segundo explica Murilo Riedel, CEO da HDI, em suas entrevistas, o Santander Auto fará a emissão, oferta e comercialização de seguros de automóveis, de forma 100% digital, estabelecendo novos patamares de serviços para o mercado de seguros e proporcionando aos clientes uma forma mais simples de contratar e utilizar o seguro auto. 

A estratégia é oferecer seguro de automóvel junto com a plataforma de crédito do Santander em um movimento que aposta na retomada da venda de veículos no País. A Santander está entre os líderes do mercado de crédito para a compra e venda de veículos, com cerca de 22% de market share, e a HDI é a quinta maior no ranking de seguros de automóveis, com uma carteira acima de 1,5 milhão de veículos.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário