estudos resseguro

Resseguradoras locais lucram R$ 303 milhões no 1o. trimestre

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

A Terra Brasis acaba de finalizar um estudo sobre a relação entre o resseguro emitido pelas resseguradoras locais e o seu patrimônio líquido no período de 2014 a 2017, bem como o resultado obtido pelas resseguradoras no primeiro trimestre de 2018, que no geral é positivo.

No ano de 2018 até março, as resseguradoras locais apresentaram um lucro de R$ 303 milhões (IRB com R$ 254 milhões e demais locais com R$ 49 milhões), superior em 17% aos R$ 259 milhões apresentados no mesmo período do ano anterior.

No período de janeiro a março de 2018, o volume de resseguro cedido pelas seguradoras brasileiras (bruto de comissão) foi de R$ 2,71 bilhões, 1,5% inferior ao mesmo período de 2017.

Perto de 71% deste total (R$ 1,92 bilhões) foi colocado em resseguradoras locais, um crescimento de 3,9%. Adicionalmente, no mesmo período, as resseguradoras locais aceitaram do Exterior um volume de resseguros (bruto de comissão) estimado em R$ 584 mm, um crescimento de 11,8% em relação ao mesmo período de 2017.

No conjunto o resseguro emitido pelas resseguradoras locais de janeiro a março de 2018 (bruto de comissão) foi de R$ 2,5 bilhões, um crescimento de 5,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Durante o primeiro trimestre de 2018, a sinistralidade bruta das resseguradoras locais ficou em 41% contra 47% do mesmo período do ano anterior. O Combined Ratio ficou em 90%, uma melhora em comparação aos 98% apresentados no mesmo período de 2017.

O estudo sobre o período de 2014 a 2017 será apresentado em um conference call (em português e em inglês) para provocar uma discussão sobre o tema com leitores. Detalhes abaixo.

Conference call em Português:

Quarta, 18 de Julho, 11:00am (horário de Brasília)

Número de telefone: + 55 11 3193-1000 ou 2820-4000

Senha de participante: 4822160#

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário