Súbita desancoragem de expectativas e reação do BC são o foco da CNseg para esta semana

A projeção para o PIB caiu abaixo de 5%, para 4,97%

Pedro Simoes CNseg

Acordamos em uma semana diferente no que diz respeito as projeções dos indicadores econômicos do Boletim Focus, do Banco Central (BC), divulgado nesta segunda-feira (25), que reúne a estimativa de mais de 100 instituições do mercado financeiro. “Os cenários de referência pressupunham a manutenção do teto, portanto estamos em cenário novo, e veremos a reprecificação de ativos com tudo que está acontecendo na política, afetando fortemente a economia. O termo mais usado pelos analistas de mercado é “desancoragem”, significando a preocupação com as âncoras até agora ainda visíveis das políticas econômicas. A projeção para o PIB caiu abaixo de 5%, para 4,97% e as projeções para inflação neste e no próximo ano continuam a subir. Mas o mais importante foi a expectativa para o IPCA em 2023 e 2024, que antes estavam ancoradas nas metas, mas apresentaram aumento. Apesar de ser uma “desancoragem” pequena em tamanho, ela é um sinal forte para as projeções. A meta já não serve mais como âncora absoluta para 2023 e 2024″, destaca o economista Pedro Simões, do Comitê de Estudos de Mercado da CNseg, a Confederação Nacional das Seguradoras.

A expectativa para esta e a próxima semana é de grande agitação por várias decisões que o governo tem em pauta. Mas o foco do mercado financeiro está no Banco Central e na reunião do Copom que começa na terça e termina na quarta, com a divulgação da taxa básica de juros da economia. No boletim desta segunda-feira, a projeção para a Selic ao final deste ano saltou de 8,25% para 8,75% e para o ano que vem de 8,75% para 9,50%. “Estamos vendo as expectativas medianas, mas já vemos algumas casas com expectativa de Selic acima de 11%”, comenta o economista. “Mais do que o aumento, é saber quais serão as premissas que serão adotadas. Até então, se levava em conta que o teto seria mantido. Vamos ver na Ata da Reunião, divulgada na próxima semana, como o BC vai interpretar o rompimento do teto em termos de juros, um fator determinante para os analistas fazerem suas avaliações”. 

Leia a íntegra do boletim Acompanhamento de Expectativas Econômicas semanal feito pela Superintendência de Estudos e Projetos (Suesp) da CNseg, no portal de CNseg.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui