mercado seguros gerais

FenSeg estima alta de 12% no seguro de transportes em 2018

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

Fonte: Release da FenSeg

O seguro de transporte de mercadorias é uma das grandes apostas das seguradoras para 2019. O segmento deve registrar crescimento de 12% este ano, segundo a FenSeg (Federação Nacional de Seguros Gerais). O volume de prêmios é estimado em R$ 3 bilhões, contra R$ 2,7 bilhões do ano passado.

Para Alexandre Leal, presidente da Comissão de Transportes da Federação, os bons números se explicam pela recuperação da economia brasileira nos últimos meses; a procura pelo seguro por empresas que habitualmente não o faziam e a nova versão do MDF-e que estabeleceu a obrigatoriedade do número da apólice e averbação para a liberação do embarque, aliada à fiscalização pela ANTT deste normativo. “Com o olhar mais criterioso da órgãos fiscalizadores, os transportadores procuraram se adequar à norma na procura do seguro obrigatório de RCTR-C (Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga)”.

Para 2019, Alexandre destaca que se fortalecida a estabilidade econômica brasileira, haverá, no mínimo, a manutenção do resultado de 2018. “Podemos estimar um crescimento entre 5% a 10%, dependendo do aquecimento das vendas e compras de bens e/ou mercadorias, desde o fabricante até o consumidor final, pois esta é a roda que faz girar o seguro de Transportes”.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário