companhias

Prudential do Brasil cresce 23% no primeiro semestre de 2018

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

Release

O volume total de prêmios da Prudential do Brasil Seguros de Vida S.A, nos primeiros seis meses de 2018, atingiu R$ 985 milhões, sendo sua totalidade oriunda da comercialização de seguro de vida individual. O crescimento, em relação ao mesmo período do ano passado, foi de 23%. Os números foram aferidos com base nas práticas contábeis brasileiras BRGAAP (Brazilian Generally Accepted Accounting Principles). Esse resultado representa um lucro líquido de mais de R$ 63 milhões, um aumento de 130% em relação ao semestre anterior.

A base de segurados da Prudential do Brasil manteve a trajetória ascendente verificada nos últimos anos, alcançando 403 mil contratos de seguro de vida individual em vigor até 30 de junho de 2018. Como consequência, também registrou um crescimento de 28% no capital segurado em vigor, chegando a mais de R$ 303,8 bilhões.

As reservas técnicas atingiram R$ 3,6 bilhões no primeiro semestre de 2018. As aplicações financeiras da Prudential do Brasil, no mesmo período, foram da ordem de R$ 4,1 bilhões, investidas exclusivamente no Brasil.

A vice-presidente financeira da Prudential do Brasil, Thereza Moreno, destaca a estabilidade da companhia: “A seguradora se mantém em uma elevação constante, com uma média de 31% de crescimento registrado na última década, resultado do trabalho e da dedicação de todos os colaboradores. Além do importante papel dos corretores franqueados e das empresas parceiras que levam a nossa proteção aos brasileiros”.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário