mercado

TransUnion é a mais nova parceria da Darwin Startup

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

A Darvim Startup, aceleradora de Santa Catarina, tem em seu propósito unir, fazer a ponte, entre empreendedores talentosos e o mercado segurador. Para isso, fez uma parceira da CNsegPar em 2016 e já selecionou várias startups com projetos que visam inovar alguns processos. “Dia 17 de junho é o último dia para quem quer participar do quarto ciclo de aceleração. Venham! Temos muitas oportunidades no mercado segurador”, diz Mateus Xavier, diretor de operações da Darwin Startups, durante palestra no CIAB Febraban, realizado entre 12 e 14 de junho.

Xavier  também comemorou a chegada de um novo parceiro, a TransUnion, entre os interessados em investir em empreendedores para trazer mais inovação ao setor. “O mercado segurador tem duas características: é muito regulado, o que exige alto conhecimento técnico, e é pura tecnologia, um campo amplo para a atuação de insurtechs, uma vez que a tecnologia facilita cálculos de preço por perfis de consumo, bem como outras operações”, diz Xavier.

O blog Sonho Seguro foi então saber o que Juarez Zortea, presidente da TransUnion no Brasil, espera desta parceria. Veja abaixo:

Quando a TransUnion começou a participar da Darwin, junto com a CNsegPar?

A TransUnion iniciou a parceria com o Darwin Startups em abril deste ano, participando já do 4º ciclo de aceleração promovido pelo Darwin.

O que espera dessa parceria?

Nós vemos essa oportunidade como uma troca, onde podemos compartilhar nossos conhecimentos com empresas inovadoras, ao mesmo tempo em que aprendemos em um ambiente criativo de startups. A parceria é um reflexo de atuação global da TransUnion em inovação, bem como da confiança no desenvolvimento do mercado brasileiro, onde já oferece soluções reconhecidas em diversos segmentos. Nosso objetivo é expandir e qualificar, a cada ano, nossas ações focadas em startups e o relacionamento com esse ecossistema.

A TransUnion tem um laboratório de inovação, não?

Em março de 2017, a TransUnion inaugurou o Innovation Lab, espaço de cocriação instalado na sede da companhia em Chicago, em que FinTechs são convidadas a desenvolver soluções com suporte e mentoria dos profissionais da TransUnion. Em abril deste ano, o escritório da TransUnion nos Estados Unidos lançou o Startup Credit Kit, solução que oferece às novas empresas acesso rápido e fácil a informações e dados alternativos referentes a tendências de crédito e prevenção a fraude.

E no Brasil?

No Brasil, a TransUnion também lançou recentemente um espaço com foco em inovação, o The Hub – TU, onde nos conectarmos de forma efetiva com a comunidade em geral, entendendo a realidade externa, aprendendo com novas ideias, e demonstrando nossas capacidades e iniciativas de inovação; incluindo clientes, universidades, startups, fintechs, etc.

O grupo vai financiar empreendedores interessados em seguros?

O programa apoia principalmente startups com foco no mercado financeiro e de seguros, como FinTechs e InsurTechs, o que é de grande interesse para a TransUnion, uma vez que temos uma grande aderência a esses mercados. Acreditamos que toda tecnologia e empresa inovadora seja importante para o desenvolvimento dos negócios e do mercado em geral, impactando diretamente na vida da população.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário