seguro seguros gerais Uncategorized

Teve o celular roubado? Seguradora explica como recuperar o aparelho

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

celular rouboRelease

Os telefones celulares são um dos presentes mais desejados para o Natal. No entanto, o roubo e furto de aparelhos têm se tornado uma ocorrência recorrente e traz uma série de incômodos para seus donos, além do prejuízo financeiro. Um levantamento da F-Secure mostra que cerca de 25% dos brasileiros já passaram por esse tipo de situação.

Caso isso tenha acontecido com você, a orientação é manter a calma e entrar em contato rapidamente com a operadora. “Assim que possível, solicite o bloqueio da linha e do aparelho. Dessa forma, ninguém poderá realizar ligações do chip do seu celular”, explica Nikolaos Tetradis, superintendente do Grupo BB E MAPFRE. Outra sugestão também é instalar no aparelho um software de segurança que permite o bloqueio, limpeza dos dados pessoais (agenda, SMS, histórico de chamadas etc.) e até o rastreamento remoto do dispositivo.

O segundo passo é procurar uma delegacia de polícia para a realização do B.O. (Boletim de Ocorrência) sobre o crime.

Após as primeiras providências, a terceira etapa é entrar em contato com a seguradora para acionar a apólice de Roubo e Furto Qualificado de celular. Com custo em torno de 15% do dispositivo, esse tipo de seguro repõe o aparelho em casos de roubo e furto qualificado (quando ocorre o rompimento ou arrombamento de barreiras para acesso ao bem) e indeniza até 75% do valor do bem.

Um ponto importante e que pode confundir os consumidores é justamente a cobertura contratada do seguro: as seguradoras só indenizam o cliente nos casos em que houver abordagem ameaçadora de bandidos (coação), o que caracteriza roubo; e arrombamento de carros ou edificações (residências, empresas), o que caracteriza furto qualificado. Nos casos em que o aparelho é furtado em local público por descuido do proprietário (caracterizado como furto simples) não há cobertura do seguro. “O consumidor deve ter com o celular ou smartphone o mesmo cuidado que tem com qualquer coisa de valor, ou seja, deve evitar distrações e não deixar o objeto exposto de forma que facilite a ação dos bandidos”, orienta Tetradis.

Para acionar a apólice você precisa enviar para a seguradora:

1. cópia do RG, CPF e Comprovante de Residência do dono do celular;

2. cópia autenticada da Nota Fiscal do aparelho e do B.O.;

3. declaração do segurado descrevendo como ocorreu o roubo/furto.

Após o recebimento e análise das documentações necessárias, a seguradora entrará em contato com o cliente para orientar sobre o pagamento da franquia (quando necessário) e o pagamento da indenização para a reposição do aparelho.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

17 comentários

  • meu celular trinco registrei um sinistro eles depositaram porem antes de concerta meu celular foi roubado. a seguradora tem o direito de tomar o dinheiro já depositado..

  • fui assalta no dia 21 de Março,meu esposo me deu de presente o celular,no mesmo dia do roubo fui fazer o B.O meu esposo ligou pra seguradora,passou tudo que eles pediram,mas ate agora nada,se eles nao me indenizar pelo roubo vou entrar em contado com o procon.

  • Comprei um aparelho celular coloquei no seguro, fui assaltada com tres meses de uso, fiz toda documentação pedida pelo seguro enviei isso aconteceu em outubro de 2017 e até hoje n obtive retorno

  • EU FUI ASSALTADA HJ ESTAVA NO PONTO VOLTANDO DO TRABALHO QDO MEU CELULAR TOCOU AO TIRAR DA BOLSA PARA ATENDER PASSOU UM RAPAZ NUMA BICICLETA E SIMPLESMENTE QUASE ARRANCOU MINHA MÃO PARA LEVAR O CELULAR TENHO SEGURO MAS ME INFORMARAM QUE NESSE CASO O SEGURO NÃO COBRE POIS NÃO HOUVE AMEAÇA COM ARMA ´ISSO MESMO?

  • Fiz uma compra de um celular na loja Ricardo Eletro com o seguro de perda e roubo em 10 parcelas fixas conforme o combinado,ao ser assaltada entrei em contato com o seguro do celular, para minha decepção o seguro não é o de perda e roubo eles colocaram seguro hospitalar que na qual nem me interessa porque tenho plano de saúde .como posso proceder?

  • meu celular foi comprado em nome de outra pessoa,tem seguro contra queda,roubo e furto.Foram pagas 3 prestações de 8 e foi furtado da minha bolsa dentro do ônibus lotado. tem direito ao seguro já que ele foi feito tudo na loja na hora da compra?eu moro em São Gonçalo Rio de Janeiro e meu celular foi comprado em Nova Friburgo tbm no Rio de Janeiro em nome do meu cunhado.

  • Meu celular foi furto simples, pago o seguro e não tenho direito, ok mais falta parcelas do seguro para pagar eu tenho obrigação de pagar pelo seguro ja que ele não cobre este tipo de furto.

  • Quais os procedimentos que a seguradora faz?

    A minha informou que ainda ia entrar em contato com a delegacia, saber sobre as investigações para depois disso tudo…descidir se vai pagar ou não.

    Procede?

  • Meu aparelho foi roubado porem não estou encontrando a nota do seguro, encontrei apenas. Nota fiscal. Só cm el consigo?

  • Por gentileza o celular quem tem seguro, ainda esta pagando. Mas que foi roubado, só que tem 3 prestação atrasada, tem o direito de acionar o seguro?

  • E quando você entra em contato com a seguradora e descobre que não tem registro de sua apolice na seguradora , o que fazer?

  • Existe prazo em horas, ou duas para a ocorrência e o pedido de sinistro??
    Não tenho comigo o contrato, vou buscar segunda via na loja, então não tive como comunicar o sinistro.

Deixar um comentário