Icatu Seguros investe em ações para disseminar a importância da educação financeira

Informar a população quanto à importância da educação e do planejamento financeiro, em especial da cultura do seguro como ferramenta importante, é uma dos pilares da estratégia do grupo

ICATU 0525_Luciana Bastos

A demanda por seguro de vida aumentou significativamente desde o início da pandemia. As pessoas perceberam que a vida é um sopro e o risco é real. Somente em abril de 2021, os contratos de planos de seguro de pessoas cresceram 24,3%, chegando a cerca de R$ 4,1 bilhões e superando o alcançado no mesmo mês de 2020, de acordo com dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi). O impacto da pandemia da Covid-19 resultou em um volume pago de sinistros 116% maior em relação a abril do ano passado, totalizando R$ 1,8 bilhão em indenizações no mês.

Em 2020, a Icatu destinou cerca de cerca de R$ 100 milhões para beneficiários de segurados vítimas da Covid-19, mas este número já subiu em 2021 com as mortes no Brasil que já superam 500 milhões. A Icatu é uma das principais seguradoras de vida do país, com um sistema tecnológico já desenvolvido, que lhe permite facilitar a venda para diversos canais de vendas. Criado em 2018, o portal de APIs da companhia soma 19 parceiros, entre bancos digitais, corretoras e startups.

Luciana Bastos, diretora de Produtos de Vida da Icatu, conversou com o blog Sonho Seguro, para contar um pouco sobre o que a seguradora tem feito para proteger financeiramente as pessoas em parceria com o corretor de seguros. Leia um resumo da entrevista abaixo:

As pessoas perceberam que a vida é um sopro. O que a Icatu tem feito para mostrar ao brasileiro que tem produtos acessíveis ao bolso e às necessidades de cada um?

É uma premissa da Icatu enquanto empresa, informar a população quanto à importância da educação e do planejamento financeiro, em especial da cultura do seguro como ferramenta importante nesse sentido. Esse sempre foi um dos principais pilares de atuação da Icatu na comunicação com o cliente final. 

A companhia sempre investiu nesse diálogo por meio de inúmeras iniciativas como cursos online e gratuitos em parceria com a FGV, que tratam de temas como organização do orçamento familiar, como aprender a investir de acordo com cada perfil, como planejar a aposentadoria e consumir de forma consciente. Em nosso canal no Youtube, realizamos lives semanais com as principais gestoras do país, reunindo especialistas que trazem suas visões e análises sobre o cenário econômico, a dinâmica dos investimentos nesse novo contexto em que vivemos.

Mas também contamos com todo o nosso ecossistema de parceiros do B2B, para os quais disponibilizamos ferramentas e serviços para que de fato eles se sintam aptos a vender os nossos produtos com a segurança de um atendimento de excelência. Afinal, eles são nossos consultores que estão, diariamente, conversando com o consumidor, orientando, informando, tirando dúvidas sobre os produtos que se adequam melhor ao perfil de cada pessoa ou família. 

Quais são os produtos mais vendidos?

Do ponto de vista de design de produtos e soluções, todo o portfólio do nosso segmento de Vida é pensado e orientado de acordo com o que identificamos que é melhor para o cliente final, não só em termos de proposta de valor desses produtos, mas especialmente de autonomia e de experiência de uso. 

Entre os destaques do portfólio, estão o Icatu Vida PME, voltado para pequenas e médias empresas, além dos produtos individuais (Essencial, Horizonte e Equilíbrio), que conseguem atender diferentes perfis de clientes, todos estes com uma jornada 100% digital para o corretor, trazendo a autonomia necessária para a venda e gestão da sua carteira. 

Com o Essencial — o nosso seguro de Vida mais vendido e premiado pela CNseg por seu viés de inovação — é possível combinar coberturas com valores de indenização independentes à escolha do segurado, com opções de contratação a partir de R$ 30, 100% digital, aceitação automática e pagamento online via cartão de crédito. 

O Horizonte é a solução para quem busca proteção e a possibilidade de formar uma reserva. Com opções de contratação a partir de R$ 100, atualizado apenas pela inflação, oferece a possibilidade de conjugar coberturas temporárias até a conclusão de etapas importantes da vida, o que facilita o planejamento financeiro. O segurado pode escolher estar protegido entre 10 anos, 20 anos, ou de forma vitalícia, conforme regras do produto.

Já o Equilíbrio, um seguro de vida em formato inédito no Brasil, reúne opção de prêmio nivelado, contribuição flexível, reserva financeira com rentabilidade garantida e distribuição de resultados financeiros. Este é o primeiro produto brasileiro inspirado no Universal Life (seguro mais vendido nos EUA) e foi vencedor, em 2020, na categoria Produto Vida do “Oscar do Seguro”, prêmio entregue pelo Grupo Vida em Grupo (CVG), do Rio de Janeiro. O Equilíbrio permite realizar portabilidades, aportes e resgates permitindo que o cliente tenha liberdade na gestão da sua apólice de seguro de vida, podendo até mesmo ficar sem realizar pagamento de prêmios e não ter sua cobertura cancelada. Enfim, há opções flexíveis que podem ser utilizadas em diversas fases da vida e adaptados para diferentes orçamentos, quebrando o mito que seguro de vida é um produto caro e voltado apenas para casos de morte do titular.  

Quanto o grupo pagou por Covid? Separar individual e empresarial.

Em 2020, a Icatu destinou cerca de cerca de R$ 100 milhões para beneficiários de segurados vítimas da Covid-19. 

A família pode pesquisar para saber se o ente querido falecido tinha seguro? Na central da CNseg? 

Não. Isso ainda não é possível. De maneira geral, o segmento de seguro de vida possui o desafio de aumentar o chamado autosserviço – de modo que o cliente tenha, cada vez mais, autonomia para movimentar suas apólices de forma rápida, intuitiva e online – ao passo que reforça a segurança da operação desse segmento contra possibilidades de fraudes. É o que a Icatu tem feito a esse respeito; além de buscar, educar e conscientizar com relação ao entendimento do seguro de vida como algo que deve fazer parte das conversas das famílias de forma natural e madura.

Quais as ações para ajudar o corretor a vender mais?

O corretor é a ponte entre a seguradora e o cliente, portanto, é importante estar preparado para oferecer informação de qualidade e relevância e, ao mesmo tempo, trazer para a empresa as dúvidas e os desejos dos clientes. Na Icatu, temos investido substancialmente na formação dos corretores. 

Aqui temos a Casa do Corretor, um ambiente virtual destinado exclusivamente para estes profissionais, com tudo o que é preciso para facilitar sua rotina de trabalho. Lá, o profissional pode contratar produtos de forma digital com Assinatura Eletrônica, gerar 1º e 2ª via de boletos, acompanhar histórico de pagamentos e status das propostas, consultar sua carteira de clientes, dentre outras funcionalidades. Um serviço completo para o corretor fazer a gestão de seus negócios e acompanhar as informações sobre suas vendas. Para isso, uma equipe multidisciplinar de 50 funcionários – com conhecimentos em Experiência Digital, Experiência do Usuário, Design, Usabilidade, Desenvolvimento de Sistemas, Qualidade, entre outros – trabalha integrada por meio de metodologia ágil para garantir a evolução contínua da ferramenta. A empresa disponibiliza ainda o aplicativo Mais + Icatu, que permite, entre outros benefícios, que o corretor faça download e compartilhe pelo seu smartphone materiais de vendas com sua carteira de clientes, habilite as notificações e fique em dia com todas as novidades como treinamentos, campanhas e lives.

Dentro da Casa do Corretor, temos o Educatu, nossa plataforma de treinamento e capacitação online. Contamos com mais de 40 cursos online e gratuitos, em parcerias com instituições como FGV, Ibmec e a Escola Nacional de Seguros (ENS), somando 130 horas de treinamento. São materiais sobre Seguro de Vida, Previdência, Técnicas de Venda, Desenvolvimento Profissional, além de informações detalhadas sobre cada produto ofertado pela Icatu. Agora, além de um aplicativo, a plataforma conta com uma versão desenvolvida e adaptada para mobile, que permite que os corretores acessem aos conteúdos de qualquer lugar – por meio de smartphones ou tablets. Essa nova experiência proporciona mais flexibilidade e comodidade aos profissionais. 

Também buscamos incentivar a nossa rede de corretores por meio de campanhas de vendas, como a Antonio Carlos de Almeida Braga, iniciativa de incentivo que premia corretores todos os anos.

Com as mudanças regulatórias da Susep, qual a estratégia da Icatu nos produtos “combo” para o corretor ofertar ao cliente?

A nossa estratégia se mantém por meio do esforço em buscar parcerias que aportem ativos que sejam pertinentes para os nossos objetivos de experiência e portfólio. Tradicionalmente, a Icatu tem a cultura de estimular e conscientizar os brasileiros com relação à importância da proteção completa, com combos de planos de Vida e Previdência. Também temos em nosso portfólio produtos híbridos, como soluções de previdência com risco.

Artigo anteriorCrimes financeiros
Próximo artigoPorto Seguro compra ConectCar
Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Valor 1000, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista do SindSeg-SP. Foi articulista da Revista Apólice e blogueira do portal de finanças Infomoney. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalização entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui