carreira companhias

Marco Barros assume comando na Brasilprev

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

Release

Após mais de dois anos à frente da Brasilprev, Paulo Valle encerra seu mandato no próximo dia 16 para se dedicar a novos desafios profissionais. Em sua gestão, Valle contribuiu para que a companhia, que é especialista em previdência privada aberta, se mantivesse como uma das protagonistas desse setor: em janeiro de 2016, a seguradora contava com R$ 140 bilhões de ativos sob gestão; agora, ao passar o bastão para o seu sucessor, são R$ 236 bilhões, um crescimento de 68%.

Marco Antonio da Silva Barros (foto) assume a presidência da Brasilprev no dia 19. Nascido no Rio de Janeiro e profissional de carreira do Banco do Brasil, é economista formado pela Faculdade São Luis, em São Paulo, e possui um MBA Altos Executivos pela Fundação Dom Cabral, uma pós-graduação em Administração pela Fundação Getúlio Vargas, ambos de São Paulo. Além disso, possui um mestrado em Economia pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC), também na capital paulista.

Barros iniciou sua carreira no Banco do Brasil (BB) em 1981, onde ocupou diversos cargos executivos, entre gerência e superintendência. Entre 2000 e 2008, foi superintendente comercial na Brasilprev e, de março desse último ano até maio de 2009, diretor comercial. Depois retornou ao BB, no qual foi diretor de seguros, previdência e capitalização – período em que, entre outros feitos, foi responsável pela reorganização societária da área de seguros, previdência aberta e capitalização da instituição – e diretor de mercado de capitais e investimentos. Também teve atuação na Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e Capitalização (Fenaseg), onde, por três anos, entre junho de 2013 e fevereiro de 2016, foi superintendente geral da Central de Serviços e diretor geral executivo.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário