mercado

Vendas de seguro de carros avançam 7% até novembro, para R$ 29,3 bi

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

O ranking das maiores seguradoras de automóvel de 2017 deve apresentar uma nova configuração quando os dados de dezembro forem divulgados, o que está previsto para o início de fevereiro. De janeiro a novembro de 2017, dados divulgados nesta semana pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), agrupados pela consultoria Siscorp, mostra que o segmento registrou vendas de R$ 29,3 bilhões, crescimento de 7,1% comparado ao mesmo período do ano anterior.

A Porto Seguro lidera com folga a liderança, com prêmios de R$ 8,1 bilhões. A Bradesco vem em segundo lugar, com menos da metade: R$ 3,7 bilhões. A grande surpresa ficou com a Tokio Marine, que galgou posições e agora ocupa o terceiro lugar em vendas de seguro de carro, com prêmios de R$ 2,7 bilhões, o que significou um crescimento de 32% em comparação com o mesmo período do ano anterior. O grupo japonês lançou o seguro popular de automóvel em meados de 2017 e, segundo entrevistas concedidas pelos executivos, a aceitação do público foi grande, sendo ele o principal responsável pelo crescimento registrado no ano.

A HDI ocupa a quarta colocação até novembro, com R$ 2,6 bilhões. Há grandes expectativas de que ela apresente crescimento em 2018 tanto pela operação estar num avançado estágio de venda digital, como pela parceria anunciada recentemente com o Santander para a venda de seguro de carro digital.

Na quinta colocação vem a SulAmérica, com vendas de R$ 2,3 bilhões até novembro do ano passado, recuou de 9,2% comparado aos onze meses de 2016. O grupo também anunciou o uso de telemetria e promete muitas novidades para 2018.

Os dados do Banco do Brasil e da Mapfre aparecem separados no ranking da Siscorp. A Mapfre, sexta colocada, registra vendas e R$ 2 bilhões e o BB, em nono lugar, de R$ 1,1 bilhão. Unidos, ocupariam a terceira colocação. Muito se tem falado sobre a renegociação da parceria selada há quase sete anos, mas por enquanto nada foi anunciado.

A Liberty aparece na sétima colocação, com R$ 1,8 bilhão, alta de 17,8%, sendo a marca Aliro, que traz um seguro mais enxuto e digital, puxando as vendas. Finalizando o ranking das dez maiores, está outra japonesa, a Sompo, com vendas de R$ 978 mlhões até novembro de 2017.

Entre as 15 maiores, o maior crescimento vem da Caixa, com o impulso dado pela Youse, a plataforma digital do banco estatal. As vendas somaram 291 milhões de janeiro a novembro de 2017, 65% acima do registrado em mesmo período do ano anterior. A Caixa está num processo de escolha de uma parceira para vender seguro de auto no balcão do banco, segundo fato relevante divulgado em outubro passado. Uma das mais interessadas, segundo executivos do setor, é a Tokio Marine.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário