mercado

Veja os vencedores do Prêmio Antônio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros 2017

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

A Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) anunciou hoje os vendedores entre os 15 finalistas dos 76 projetos habilitados do Prêmio Antônio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, edição 2017.

Confira abaixo os vencedores em cada categoria:

Categoria Processos e Tecnologia

1o. lugar – Reembolso Digital – Autor: Fabiano Carraro – Empresa: SulAmérica Seguro Saúde

2o lugar – Auto Vistoria – Atendimento por Imagem – Autor: Marcos Chiconeli Balier – Empresa: Liberty Seguros.

3o. lugar TI Colaborando para Disponibilidade das Operações do Negócio – Autor: Rodrigo de Freitas Sampaio de Melo – Empresa: Bradesco Seguros

Categoria Comunicação

1o. lugar – Campanha de Compensação de CO2 – Autora: Flavia Varga – Empresa: Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre

2o. lugar – Comunicação Digital – O Case do IRB Brasil RE no Mercado de Resseguros – Autora: Natalia Gomes Soares – Empresa: IRB Brasil RE

3o. lugar Next5 – Autor: José Luiz Pessoa de Mello – Empresa: Liberty Seguros

Categoria Produtos e Serviços

1o. lugar Seguro Equipamentos de Mobilidade – Autor: Claudio Pellegrin Quaglia – Empresa: Sompo Seguros

2o. lugar – Consulta Médica à Distância – Autora: Michele Ferreira Freitas de Andrade – Empresa: Bradesco Saúde

3o. lugar – Instrumentos Ligados a Seguros – Autor: Rafael Delvaux Gersely – Empresa: Terra Brasis Resseguros

Nesta edição, a Comissão Julgadora é composta pela economista Maria Eugenia Buosi; a defensora pública Patrícia Cardoso Maciel Tavares; o professor de economia da Unicamp Antônio Márcio Buainain; o gerente geral da Associação Palas Athena do Brasil, Julio Albuquerque Bierrenbach; o advogado e colunista do jornal Estado de S. Paulo, Antonio Penteado Mendonça; o economista Sergio Besserman, presidente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro; o professor de Direito Constitucional da FGV – RJ Joaquim Falcão; e o economista e professor da UFRJ Helio Portocarrero.

Para o presidente da CNseg, Marcio Serôa de Araujo Coriolano, o Prêmio não tem apenas o objetivo de brindar os melhores, mas também de trazer novas ideias para o setor, novos olhares e formas de enxergar um mercado que tem tudo para ser promissor. “O setor já começou inovando com Antonio Carlos de Almeida Braga, uma pessoa que colocou de cabeça para baixo esse mercado, não apenas em termos de objetivo, mas principalmente de ideias”, afirma Coriolano.

Para a vice-presidente da CNseg e presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes, a indicação de um projeto como finalista do Prêmio já resulta em uma valorização das empresas e profissionais envolvidos. ”A CNseg, por meio do Prêmio, incentiva que as empresas busquem novas soluções sustentáveis e que modernizem cada vez mais o conceito de seguro sob a ótica de uma sociedade que se transforma a cada dia”, afirma.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário