resseguro

IRB Brasil RE realiza primeira reunião pública com investidores

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

Release

O IRB Brasil RE, resseguradora líder de mercado no Brasil, participou, pela primeira vez, da reunião pública da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec), que foi realizada em São Paulo e no Rio de Janeiro, nos últimos dias 22 e 24 de novembro, no Museu da Casa Brasileira (SP) e Hotel Sofitel (RJ). Cerca de 200 investidores participam dos encontros.

Nas duas ocasiões, o presidente do IRB José Carlos Cardoso traçou um panorama geral da companhia, destacou a história de liderança de mercado, ressaltou as vantagens competitivas e o crescimento no exterior. Segundo o executivo, a expansão internacional do IRB para países da América Latina é feita por meio de parcerias com foco no aumento de participação em mercados estratégicos e na redução da exposição local ao risco. “30% dos nossos prêmios vêm do exterior e, desse total, 80% são parcerias. Nossa operação fora do Brasil é calcada na troca de portfólio internacional. Sem dúvidas, uma estratégia vencedora de um novo IRB que se reinventou”, disse.

Entre os diferenciais, destacados por Cardoso, que tornam o IRB o principal player de resseguros no Brasil estão: presença local, time técnico altamente qualificado, ampla base de dados históricos e um moderno sistema de TI. Com esses atributos reunidos é possível identificar melhores riscos e fazer uma melhor avaliação de precificação.

Participaram ainda o vice-presidente Fernando Passos, o diretor técnico Rodrigo de Valnísio e a diretora de Subscrição Internacional Isabel Solano. De acordo com o VP Fernando Passos, o cenário econômico no Brasil no médio prazo deve ser mais favorável para o IRB. “Nosso foco não é em participação de mercado, e sim na rentabilidade. Estamos extremamente preparados para os próximos anos”, pontuou ele, reforçando que a companhia segue conservadora na aceitação de riscos, priorizando segmentos que não são expostos a catástrofes naturais.

A precificação de riscos e as ferramentas de subscrição foram apresentadas por Rodrigo de Valnísio. Já Isabel Solano falou sobre as proteções do IRB e o nosso programa de retrocessão nas diversas linhas de negócios. As reuniões são regulares promovidas em parceria com a Apimec, com o intuito de aproximar as empresas, analistas, grupos investidores e pessoas físicas.

Desde que abriu capital na bolsa, no fim de julho, o valor de mercado do IRB saltou de R$ 8,5 bilhões para R$ 10,6 bilhões, alta de 27% nas ações.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário