corretora

Novo modelo da thinkseg transforma pontos do corretor em dinheiro

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

Fonte: Thinkseg

A plataforma mobile thinkseg traz ao setor de seguros brasileiro três grandes inovações. Primeiramente, a start-up inova pela forma de contratação do seguro 100% pelo celular. Também inova com o aplicativo que acompanha o motorista no volante para dar a ele descontos de até 40% no preço do seguro. E a terceira inovação é a proposta de um novo modelo de negócio ao remunerar o corretor com pontos que valem dinheiro. Nesta primeira quinzena de maio, a plataforma thinkseg realizou 3 mil cotações de seguro para automóvel e teve mais 2,3 mil novos usuários cadastrados. Cada um deles, ao contratar o seguro, vai gerar muitos pontos aos corretores. Pontos que, no final do mês, valem dinheiro.

O corretor ganha pontos de diferentes maneiras. De imediato, o corretor já recebe ponto ao se cadastrar. Depois, ele é novamente pontuado ao indicar uma pessoa interessada em ter o seguro thinkseg. Se o indicado contratar o seguro, mais um ponto para o corretor. Quando o segurado satisfeito traz um amigo para a plataforma, outro ponto para o corretor. A pontuação vai se multiplicando.

No novo modelo thinkseg, o papel do corretor não é o de vender seguro. Isso porque, na prática, a pessoa que recebe o convite do corretor faz tudo sozinha, sem ajuda de ninguém. Ela digita as informações pessoais, dados do carro, tira fotos do carro pelo celular, coloca o nome do corretor que a indicou e, finalmente, contrata o seguro. É o cliente “faz tudo” com o celular na mão. Não precisa de ninguém para contratar o seguro. Então, o que o corretor faz?

“O corretor é o grande divulgador, o grande propagador desse novo modelo de negócio ao trazer novos usuários à plataforma thinkseg. A cada nova pessoa que entra, abaixo da indicação desse corretor, os pontos do profissional vão se multiplicando. Pontos que valem dinheiro no final do mês”, afirma o CEO da thinkseg, Andre Gregori. O cliente também ganha pontos, só que para serem trocados por prêmios, passagens aéreas e outros presentes ou mimos.

O ganho de pontos – que valem dinheiro no final do mês ao corretor – é uma forma de estimular e motivar o profissional, cada vez mais, na prospecção e na indicação de pessoas. Segundo o CEO da thinkseg, o corretor vai saber, em primeira mão, sobre o lançamento de novos produtos para poder avisar, primeiramente, a sua carteira de indicados (clientes). Assim que eles contratarem o novo produto e o corretor vai receber pontos.

Por meio da aplicativo (app thinkseg), o corretor sempre vai ter acesso à sua carteira de indicados, com nomes e contratos dos seguros de cada um deles. O profissional acompanha o processo de perto e interage com o cliente no momento que quiser”, diz Gregori. Para as pessoas cadastradas sem corretor, a thinkseg vai indicar um profissional bem posicionado no ranking de pontos.

É importante ressaltar que, ao buscar mais clientes para a plataforma mobile, o corretor vai atingir um novo perfil de público: aquele que acompanha a inovação tecnológica, que tem o aplicativo do banco no celular para movimentar a conta, que aluga casa pelo AirBNB, que se desloca com Uber, 99 taxi ou Cabify e que faz compras pela Amazon, Mercado Livre, Ebay, por exemplo.

O corretor que resistir à inovação tecnológica pode sentir a falta de crescimento do próprio negócio lá na frente. “Estamos selecionando corretores apaixonados por inovação tecnológica, que acreditem no nosso modelo de negócio, para apoiá-los no uso da tecnologia”, afirma Gregori.

Além do corretor, o cliente também ganha pontos, só que para serem trocados por prêmios, passagens aéreas, artigos para casa e carro, e outros presentes ou mimos.

O desconto no seguro vem por meio do aplicativo thinkseg baixado no celular. O app mede as variáveis (distância, percurso, modo de fazer as curvas, modo de frenagem) do motorista na condução do veículo e vai armazenando as informações, se ele dirige bem ou não. A tecnologia da telemática transfere os dados do motorista para o celular.

Ao final de cada mês, o app thinkseg mostra os resultados do modo de condução do veículo de cada pessoa com o aplicativo no celular. Quem dirige bem, recebe mais estrelas. Quanto maior o número de estrelas no app, maior o desconto no preço do seguro, podendo chegar até 40% de desconto.

O app thinkseg está disponível na loja Google Play (android) ou na Apple Store (iphone) para ser baixado no celular. O download é gratuito. Centenas de pessoas já estão testando a versão Beta do app thinkseg na cidade de São Paulo.

“É um novo formato de seguro, por meio do qual o bom condutor é premiado, não apenas na renovação do seguro, mas todos os dias, por meio da sua tecnologia pay as you drive, pay as you use”, afirma o CEO da thinkseg, Andre Gregori.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

1 comentário

  • Com toda certeza a thinkseg está rompendo com os paradigmas do mercado segurador brasileiro, altamente conservador. Parabenizo o idealizador e todos os profissionais envolvidos nesse novo e corajoso projeto. O conceito da thinkseg é muito democrático, mas precisa ser fiel ao que se sugere, estando sempre ao lado do consumidor no que for necessário, de forma Justa. Estamos vivendo e realmente precisamos de grandes e profundas mudanças institucionais. É o momento de se erguerem novas instituições equilibradas em pilares de honestidade, facilidade, agilidade e economia.

Deixar um comentário