Uncategorized

Captação líquida de previdência aberta chega a R$ 10 bi no trimestre

Denise Bueno
Escrito por Denise Bueno

A captação dos fundos de investimentos tem um grande destaque: os fundos de previdência. Segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), os fundos de previdência receberam aportes de R$ 10 bilhões até março, muito acima dos R$ 4,7 bilhões registrado no mesmo período de 2016. Foram aplicados R$ 63,7 bilhões e os resgates totalizaram R$ 53,6 bilhões. A captação líquida total da indústria de fundos no primeiro trimestre foi de R$ 108,6 bilhões.

A indústria toda de fundos de investimento tem PL de R$ 3,7 trilhões até março deste ano. O patrimônio de previdência chegou a R$ 647 bilhões do total.

Os fundos de renda fixa registraram aportes de R$ 74,2 bilhões no primeiro trimestre, o que corresponde a 4,42% do patrimônio líquido da categoria. Os multimercados tiveram ingressos líquidos de R$ 20,2 bilhões. Um resultado e tanto comparado com o saldo negativo de R$ 29,6 bilhões dos três primeiros meses de 2016. Os fundos de ações totalizaram R$ 2,6 bilhões líquidos, retomando o resultado positivo ante a o saldo negativo de R$ 4,3 bilhões no primeiro trimestre de 2016.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário