Uncategorized

SulAmérica se destaca em governança

sulamerica*matéria extraída do site da CNSeg www.viverseguro.org.br

A SulAmérica aparece muito bem na foto de boas práticas de Governança Corporativa. Tanto que a seguradora (BM&FBovespa: SULA11) estreou no ranking das Melhores Companhias para os Acionistas com a terceira melhor nota neste quesito. Na pesquisa, realizada pela revista Capital Aberto entre as 100 companhias mais líquidas no pregão da Bolsa ao longo de 12 meses, a SulAmérica obteve 8,34 pontos, de um máximo de 10.

A excelente participação da SulAmérica no ranking é resultado do trabalho contínuo da companhia de aprimorar suas práticas de Governança e oferecer informações que permitam o maior entendimento dos investidores sobre a companhia e o próprio setor de seguros. Estas iniciativas contribuíram para aumentar a atratividade dos papéis da companhia na Bolsa – o volume médio diário de negociação dos papéis da SulAmérica passou de R$ 2,8 milhões no primeiro semestre de 2009 para R$ 8,7 milhões, no mesmo período de 2010. “A área de Governança Corporativa da SulAmérica é extremamente atuante e a companhia aprimora de forma contínua suas práticas. Seguiremos inovando e desenvolvendo outras ações que nos permitam aliar agilidade e transparência ao negócio da companhia”, afirma o vice-presidente de Relações com Investidores da SulAmérica, Arthur Farme d’Amoed Neto.

Entre as práticas da SulAmérica avaliadas pela pesquisa destacam-se iniciativas para incentivo à participação dos acionistas nas Assembléias Gerais da companhia, adotadas muito antes de sua exigência pela CVM, além de uma política de dividendos disponível no seu site e da divulgação de informações relativas à remuneração de seus administradores.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário