seguro odontologico seguros gerais

BB e OdontoPrev anunciam parceria

42-20916735Depois de quase dois anos de estudos, o Banco do Brasil, por meio de sua subsidiária integral BB Seguros Participações, resolveu mais uma etapa do seu processo de reestruturação da área de seguridade. Anunciou um acordo com a OdontoPrev, a maior do setor de planos odontológico, negociada em bolsa, da qual o Bradesco detém pouco mais de 43,5%. A expectativa e vender planos por R$ 9,90 por mes e elevar a participacao das vendas no Brasil de 7% para um patamar mais proximo dos EUA, onde 70% da populacao tem plano dental.

A única pendência do BB na área agora é fechar a compra de uma fatia no IRB Brasil Re, maior ressegurador do país. Já foram negociadas as parcerias com a Mapfre em ramos elementares e vida, com a Icatu em capitalização, e Principal em previdência.

Segundo Paulo Rogério Cafarelli, vice-presidente de novos negócios do BB e presidente do Conselho de Administração do IRB, falta apenas a conclusão do estudo sobre o preço do ressegurador para a conclusão do negócio que envolverá entre 20 e 40% do capital da empresa que tem o Tesouro e as seguradoras Bradesco e Itáu entre os principais acionistas.

“Essa parceria mostra uma mudança na nossa estratégia para a área de saúde. Vamos atuar agora com foco específico na área dental e a nossa expectativa é de que a sinergia entre a oferta de serviços e o canal bancário pode ter um grande êxito. A nossa grande capilaridade vai nos permitir ser um dos grandes colocadores de planos odontológicos no país”, avalia Caffarelli.

O memorando de entendimentos assinado nesta quinta-feira, sem efeito vinculante, diz que parceria estratégica entre BB e Odontroprev envolve estudos para a criação de empresa, com participação de 75% da BB Seguros e de 25% da OdontoPrev em seu capital social. Além disso, a parceria prevê que a BB Seguros terá participação indireta de 10% do capital social total da OdontoPrev, por intermédio de uma holding a ser constituída pela própria BB Seguros, Bradesco Seguros e Previdência e a ZNT Paticipações.

Pelo acordo, os canais de distribuição do BB serão utilizados pelo prazo de 10 anos e em caráter de exclusividade na comercialização de produtos do ramo odontológico provenientes da parceria estratégica. Está prevista, tembém, a distribuição exclusiva para os funcionários do BB, e seus dependentes, e seus mais de 53 milhões de clientes. A concretização da operação depende, ainda, de estudos a serem realizados pelas companhias envolvidas, da celebração dos contratos definitivos e da aprovação pelos órgãos competentes das partes envolvidas e das autoridades governamentais aplicáveis.

“Além de criar, juntamente com o Bradesco, um canal de distribuição único no Brasil, a associação com o Banco do Brasil fortalece o compromisso da companhia, de seus acionistas, colaboradores e de seus controladores em construir uma operação de classe mundial e uma das líderes do segmento no mundo”, comentou o diretor-presidente da OdontoPrev, Randal Zanetti, em nota divulgada

O mercado de seguro odontológico está inserido no setor de saúde suplementar e é regulado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Com 463 operadoras ativas, segundo dados mais recentes, o segmento de planos odontológicos no Brasil está em processo de consolidação com penetração de 30,8% com relação aos associados a planos médico-hospitalares e cerca de 6,9% da população total. De acordo com a ANS, o setor de planos odontológicos apresentou crescimento de 18,8% no primeiro trimestre deste ano se comparado com o mesmo período de 2009, atingindo 13,4 milhões de beneficiários. No período de 2002 a março de 2010, a taxa média anual de crescimento do setor de planos odontológicos foi de 19,0%.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário