Uncategorized

Lucro da Porto Seguro cresce para R$ 328 milhões

portoSimultaneamente a divulgação do Itaú Unibanco, a Porto Seguro também divulgou seus resultados de 2009. Os número incluem a Itaú Seguros Auto e Residência (ISa+r), empresa pela qual o Itaú detém 30% do capital da Porto Seguro.

O lucro líquido da Porto Seguro foi de R$ 328,4 milhões em 2009, alta de 13,2% sobre os R$ 290,2 milhões de 2008. A melhora do resultado foi creditada a contabilização do resultado da ISa+r, do crescimento de 19,8% dos prêmios auferidos e de uma redução da participação das despesas administrativas e tributos de 0,8 ponto percentual, segundo informou a seguradora em nota divulgada. Desconsiderando a ISa+r, o lucro recua para R$ 289,3 milhões em 2009. A rentabilidade sobre o patrimônio apresentou ligeiro recuo, para 14%.

Os prêmios, incluindo a ISa+r, totalizaram R$ 5,78 bilhões em 2009, 19,8% acima dos R$ 4,8 bilhões de 2008. O acréscimo de prêmios no último trimestre de 2009 chegou a 46%, para R$ 1,8 bilhão, principalmente em razão da transferência das operações do Itaú. O seguro de carro representa a maior fatia do faturamento da Porto Seguro, com R$ 3,8 bilhões, alta de 24,5% em relação a 2008, considerando-se a ISa+r.

Sem considerar a operação do Itaú, os prêmios em automóvel da Porto apresentaram evolução de 12,6%, para R$ 3,5 bilhões. Um fato que chama a atenção no balanço é o índice de sinistralidade das operações. Enquanto a Porto Seguros tem uma sinistralidade de 51% em automóvel, a carteira do Itaú e da Azul, a seguradora light da Porto, exibe quinze pontos percentuais a mais no índice, ou seja, 70%.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário