Uncategorized

Que 2010 seja repleto de notícias interessantes!!!

fogosMais um ano termina. 2009 realmente foi diferente. Dinâmico. Arrojado. Movido mais pelas atitudes do que pela política. Como dizem os estrangeiros, que geraram tanta notícia quanto os brasileiros, a indústria de seguros brasileira:

– fez a diferença, como Lula
– está na moda, como o Brasil
– protegida de tsunamis financeiros pela Susep
– e de catástrofes, por mais de 70 resseguradores aqui presentes
– se reinventa, como o Banco do Brasil
– exercita a arte de torear para vencer, como a espanhola Mapfre
– respeita as diferenças, como diz Trabuco, do Bradesco
– revoluciona em nome dos stakeholders, como Bom Ângelo, da Lazam
– investe em atitudes coerentes para vencer o caos e aliviar o estresse, como a SulAmérica
– se renova para romper fronteiras, como o Itaú Unibanco
– encanta clientes, como a Porto Seguro
– e também é cabeça dura, como Jayme Garfinkel, quando precisa mostrar que o diferente pode ser inovador
– diversifica para mitigar riscos, como o grupo Liberty Mutual
– oferece coberturas de A a Z, como a Allianz
– aposta em ser única, no estilo puro sangue, como a Chubb
– investe na capilaridade, na especialização e nas mulheres, como a Aon (elas representam 60% do quadro de funcionários)
– apoia a infraestrutura, como a ACE
– incentiva a responsabilidade civil, como a Zurich
– está dinâmica, como a Mongeral
– arrojada, como a “dama do aço” que comanda a Icatu
– consciente da importância de ser sustentável para evoluir, como João Gilberto Possiede, da JMalucelli e também o grande mestre do seguro garantia, um dos produtos com mais destaque neste e nos próximos anos
– não mede esforços para se popularizar, como a Caixa
– aponta falhas para transformá-las em virtude, como Leôncio de Arruda, do Sincor-SP
– trabalha em equipe, como Marcos Lima da Odebrecht
– difunde a cultura, como a Funenseg
– constrói sua política, como a CNSeg
– faz parcerias para se fortalecer, como a Marítima
– cultiva a perseverança, como a japonesa Tokio Marine
– ambiciona ser a melhor do mundo, como o Santander
– aposta na longevidade, como o HSBC
– dribla as catástrofes jurídicas e técnicas, como os advogados
– faz malabarismos, como o IRB, para se livrar das amarras e manter a forma
– insiste nas mudanças de processos, como as consultorias
– une o útil ao agradável como os “headhunters”
– luta pela informação e pela ética para escrever a história, como os jornalistas
– e permanece saudável, como todos nós.

A todos que tornam este setor cada dia mais sustentável, Feliz Natal e um 2010 repleto de good news!!!!

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário