Uncategorized

Porto Seguro lucra R$ 73,3 milhões no trimestre

A Porto Seguro divulgou ontem lucro líquido de R$ 73 milhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 2,3% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado do ano até setembro, o lucro totaliza R$ 209,6 milhões, recuou de 0,6%. Segundo a empresa, o resultado reflete o aumento de 3,6 pontos percentuais no índice de sinistralidade total e a queda de 2,2 % no resultado financeiro em função da marcação de mercado dos títulos pré-fixados. A receita total cresceu 11,5%, para R$ 1,65 bilhão. O total de prêmios auferidos atingiu R$ 1,4 bilhão, com alta de 10,9% no trimestre.

A sinistralidade total da companhia subiu 3,6 pontos percentuais, para 58,4%. O maior aumento veio da carteira de automóveis, com alta de 5,7 pontos, para 56,7%. Segundo a nota, o grupo está otimista com 2010, quando começará a implementar a parceria com o Itaú. Em outubro foi criada a Porto Seguro Itaú Unibanco Participações (Psiupar), que já recebeu autorização preliminar da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

O comunicado divulgado ontem, no qual a Porto Seguro fala sobre o andamento da associação, diz que os ativos e passivos da Itaú Seguros relacionados às atividades de seguros residenciais e de automóveis foram transferidos para uma companhia denominada Itaú Seguros de Auto e Residência (Isar) — que já não traz mais o nome Unibanco –, será incorporada. A Porto Seguro fará aumento de capital de R$ 950 milhões, mediante a emissão de 98.292.519 ações ordinárias, que serão transferidas ao Itaú Unibanco.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário