Uncategorized

Marsh destaca AL no resultado do semestre

O grupo Marsh & McLennan Companies (MMC), dono de uma das maiores corretoras de seguros do mundo, divulgou perdas de US$ 193 milhões no segundo trimestre deste ano. No mesmo período de 2008, o grupo divulgou ganhos de US$ 65 milhões. No acumulado do primeiro semestre, a perda registrada foi de US$ 17 milhões, comparada a um prejuízo de US$ 145 milhões no mesmo período do ano passado. O fraco desempenho, segundo nota do grupo, foi atribuído a perdas com investimentos e com a divisão Kroll, especializada em segurança. O faturamento também recuou 13%, para US$ 2,6 bilhões.

A América Latina, onde o Brasil tem forte presença, foi o destaque em termos de faturamento para a divisão de seguros e resseguros. Os negócios da Marsh neste segmento cresceram 9% na América Latina, enquanto na Ásia se manteve estável e em outros países registrou queda. O faturamento total do MMC com seguros e resseguros caiu 7%, aos US$ 1,1 bilhão no segundo trimestre e aos US$ 2,7 bilhões no semestre. Segundo comentou o CEO Brian Duperreault, a MMC “obteve uma boa performance no trimestre no que se refere a seguro e resseguro”.

Sobre a Autora

Denise Bueno

Denise Bueno

Denise Bueno sempre atuou na área de jornalismo econômico. Desde agosto de 2008 atua como jornalista freelancer, escrevendo matérias sobre finanças para cadernos especiais produzidos pelo jornal Valor Econômico, bem como para revistas como Época, Veja, Você S/A, Valor Financeiro, Fiesp, ACSP, Revista de Seguros (CNSeg) entre outras publicações. É colunista da revista Apólice, especializada em seguros, e também do SindSeg-SP. Escreveu artigos diariamente sobre seguros, resseguros, previdência e capitalizacao entre 1992 até agosto de 2008 para o jornal econômico Gazeta Mercantil.

Deixar um comentário